Pegue a minha mão: saia do fundo do poço!

Está se sentido triste, sozinho ou frustrado? Leia o artigo de hoje, ele foi escrito e pensado especialmente em você.

Veja a seguir alguns pensamentos que vão te ajudar neste momento difícil.

 

Entenda seu momento atual

A vida é feita de fases, não deixe uma fase ruim te definir. É preciso que você entenda que nem sempre as coisas saem da maneira que esperamos, mesmo que em alguns casos haja muito esforço. Mas, mesmo assim não deixe a peteca cair!

Infelizmente nem sempre nosso esforço é recompensado. Em outros momentos, apenas ainda não chegou o momento certo. 

O fato é que nem sempre as coisas obedecerão a uma lógica perfeita

No entanto, uma coisa é certa, sempre que plantarmos coisas boas, coisas boas virão. Dê tempo ao tempo, não se desespere, mesmo que as coisas estejam difíceis. 

Talvez seja a hora de se reinventar para conseguir sair do fundo do poço.

 

Deixe a tempestade passar

Muitas vezes em um momento difícil queremos encontrar solução a qualquer custo, e acabamos nos desgastando muito com isto. Tome cuidado para não se sobrecarregar buscando solução de tal forma que fique cansado demais para achar ela, quando ela aparecer.

Em alguns momentos é necessário deixar a tempestade passar, os ventos se acalmarem, para só depois resolver a situação. 

Então, nunca tome decisões importantes sem estar centrado e calmo, deixe primeiro a tempestade passar, será mais fácil conseguir uma solução que te tire do fundo do poço.

 

Aceite seus sentimentos

É muito importante que você não negue o que está sentido, se está com raiva, tristeza ou mágoa, estes realmente não sentimentos para se orgulhar. 

Entretanto, admitir que eles estão aí é uma fase importante para lidar com eles da forma correta.

Afinal de contas, ter sentimentos bonitos ou não, faz parte da humanidade que está em cada um de nós. O que precisa ser feito é admitir os sentimentos bons e maus. Mas, todavia, apenas cultivar os bons e afastar os sentimentos ruins.

 

Aprenda a dizer não e expressar seus sentimentos

Em alguns casos é preciso aprender a dizer “não”. Se sobrecarregar tentado agradar a todos não é um bom caminho. 

Então, aprenda a dizer com educação um “não” quando for necessário. Todos temos limites, entendê-los e aceitar eles, faz parte do processo de cura para sair do fundo do poço.

+ Veja também: Qualidade de vida: Se você é o que você come, o que é você?

Expressar o que sente e o que acha sem arrogância ou vergonha é um momento de equilíbrio crucial para ter saúde emocional. 

Não negligencie sua saúde emocional, ela pode interferir em todas as áreas da sua vida, então fique atento e não deixe os problemas dominarem sobre você.

 

Entenda o peso das emoções equilibradas

As emoções estão sempre com você, e você sempre sente algo em relação a situação onde se encontra. 

Você pode não demonstrar, mas, pode não gostar de uma situação no seu trabalho ou na sua vizinhança, o sentimento está lá, nem que seja raiva, indiferença ou desconforto.

Negligenciar as emoções pode afetar as várias partes da sua vida e é um grande erro. Gerenciar as emoções de forma saudável realmente pode ser um desafio, mas é necessário ultrapassar este obstáculo para passar a linha de chegada

 

Não tenha vergonha de buscar ajuda

Admitir que não está dando conta do turbilhão pelo qual você está passado não é vergonha, todos já se sentiram assim ao tentar lidar com alguma situação. 

Ser humano é também admitir fraquezas e saber a hora de buscar ajuda da pessoa certa. Não tenha receios de precisar de ajuda para sair do fundo do poço.

 

Entenda a importância de uma alimentação saudável

Segundo uma recente pesquisa, a alimentação pode contribuir muito para a saúde das emoções. Por exemplo alimentos ricos em Triptofano são recomendados para equilibrar o humor, entre eles podemos encontrar: 

  • Peixes
  • Ovo
  • Peru
  • Castanhas
  • Nozes 
  • Leguminosas
  • Levedo De Cerveja
  • Semente De Abóbora 
  • Linhaça
  • Arroz Integral
  • Aveia
  • Queijo Tofu
  • Chocolate Amargo 

Além disso, alimentos ricos em Ômega 3, vitamina B12 e magnésio são recomendados para aliviar a ansiedade. 

Tenha fé

Talvez a fé seja o mais eficaz item deste post, ter fé é ter esperança, é crer que Deus está cuidado das coisas e que um fim melhor virá. 

Não perder a capacidade de ter esperança, e lutar. Ter fé é importante para qualquer um que está buscando sair do fundo do poço.

Ter fé, é saber que um amanhã melhor virá, é ser grato pelo que de bom aconteceu e ainda ter esperança que coisas boas estão por vir. 

Crer, não é crer se a situação está concreta diante de você. A fé, portanto, começa antes, ela se inicia quando a situação nem dá sinais de melhora.  

Então nasce a fé, e com ela a esperança e as atitudes que mudarão a situação.

A constante insatisfação e a gratidão

Ser grato é muito importante para aquele que está no fundo do poço, isto por que, nem tudo na vida foram decepções. 

Houveram sim dias felizes e momentos para agradecer, seja um filho que nasceu, seja o cônjuge, seja a saúde, a família ou o trabalho. 

Todos temos motivos para ser gratos, é para eles que devemos olhar quando o momento ruim chega.

A constante insatisfação muitas vezes toma conta do coração de alguns e não os deixa perceber o quanto as coisas têm sido felizes. 

Muitas vezes, em um mundo competitivo fomos doutrinados a nunca estar satisfeitos, não nos acomodar ou coisas do tipo. Entretanto, é necessário estar satisfeito com o que já temos.

Pessoas ingratas podem até progredir, mas por pouco tempo. Logo você cansa e não consegue ir em frente.

Então, seja grato, satisfeito, não conformado ou inerte. Mas, mantenha-se feliz e caminhando que com certeza você encontrará o caminho certo.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Lucivaldo Santos

Meu nome é Lucivaldo Santos, sou CEO do Grupo Cimas e especialista em comportamento humano.

Dou palestras faz muitos anos…LEIA MAIS »

Receba os artigos
por e-mail

Artigos recentes

Contato

Entre em contato conosco e envie suas sugestões, dúvidas ou reclamações.